Comércio eletrônico bate novo recorde de aprovação

Após registrar uma média de aprovação de 86,11% nos primeiros seis meses do ano, o comércio eletrônico brasileiro iniciou o segundo semestre com a maior marca de satisfação da série histórica iniciada em janeiro de 2009. Entre as pessoas que fizeram compras pela web no mês de julho, 87,02% se disseram satisfeitas com o resultado da transação. Este é o patamar mais alto já captado pelo “Índice de Confiança do e-consumidor”, estudo desenvolvido pela consultoria e-bit, em parceria com o Movimento Internet Segura (MIS).

O resultado de julho demonstrou uma aceleração da tendência de crescimento demonstrada nos últimos meses. Houve um aumento de quase meio ponto percentual entre junho e julho, enquanto nos meses anteriores a elevação do volume de consumidores satisfeitos foi sempre próxima a 0,10 ponto percentual.

Os critérios aos quais os consumidores foram incentivados a fazer a avaliação foram: Facilidade de Comprar, Seleção de Produtos, Informação sobre os Produtos, Preços, Navegação, Entrega no Prazo, Qualidade dos Produtos, Qualidade do Atendimento a Clientes, Política de Privacidade e Manuseio e Envio dos Produtos. O diretor da e-bit, Pedro Guasti explica que a empresa coletou 118.778 pesquisas em mais de 1.800 lojas virtuais de todo o Brasil entre os dias 1 e 30 de julho.

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.