Começa a operar a rede de Curitiba com velocidade de 1Gbps

O Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) inaugura na quarta-feira, 30, a Rede Metropolitana de Curitiba, infraestrutura óptica, que vai interligar 14 instituições em velocidade de 1Gbps. A rede tem 110 km de extensão e os investimentos para sua implementação foram da ordem de R$ 1,5 milhão. A iniciativa contou com a parceria da Companhia Paranaense de Energia (Copel) para a permuta de infraestrutura – a empresa cedeu seus postes para passagens de cabos ópticos em troca da utilização de um par de fibras.

A rede de Curitiba é parte do projeto Redecomep, iniciativa do MCT com recursos da Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), que prevê a instalação de redes de alta velocidade integrando as principais instituições de ensino e pesquisa em 27 cidades brasileiras. Todas as redes metropolitanas serão interligadas à rede acadêmica brasileira, que conecta cerca de 600 instituições de ensino e centros de pesquisa em todo o país.

Com a inauguração da Rede Metropolitana de Curitiba, serão 15 redes metropolitanas em operação. Já foram inauguradas: Belém, Vitória, Manaus, Florianópolis, Brasília, Natal, São Paulo, Fortaleza, Macapá, Goiânia, Campina Grande, Salvador, Cuiabá e Aracaju.

Postagens Relacionadas

Leave a Comment