Cinturão Digital do Ceará terá distribuição por Wimax

Foram realizados nesta segunda-feira ( 17/08 ) os testes dos primeiros cabos de fibra ótica que formarão o Cinturão Digital do Ceará (CDC).

No total, serão 2.205 quilômetros de cabos que ligarão todas as regiões do Estado, levando Internet banda larga para 82% da população urbana cearense. Os trabalhos de instalação dos primeiros quilômetros de cabo começam na próxima terça-feira ( 25/08 ) em Morada Nova, na Região do Vale do Jaguaribe.

O projeto do Cinturão Digital do Ceará conta com investimento de R$ 49,2 milhões e formará um anel de mais de 2 mil quilômetros de fibras que terão como estações principais às cidades de Fortaleza, Crato (Cariri), Tauá (Sertão dos Inhamuns),Banabuiú (Sertão Central) e Sobral (Região Norte).

A partir dessa infra-estrutura, 25 pontos serão conectados por meio de ramificações de fibras. A distribuição do acesso se dará através da tecnologia Wimax, que fornece ligações de até 70 Mbps, em cada município.

Em Fortaleza, o Cinturão Digital se integrará com a rede metropolitana Gigafor, utilizando infra-estrutura do Ministério da Ciência e Tecnologia, já existente, permitindo o acesso dos órgãos do Governo com velocidade de até 2 Gbps.

Nessa primeira fase de implantação do CDC, duas frentes de trabalho estão montadas com duas equipes cada.

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.