DESTAQUES ESCOLA DE PILOTAGEM TOP RIDER - DICAS 

Chega a Fortaleza curso que usa técnicas policiais: Conheça o POLICE RIDER – TACTICAL MOTORCYCLE TRAINING

 

IMG-20160217-WA0002

Uma das melhores escolas do Brasil na formação de motociclistas e policiais motociclistas está chegando em Fortaleza. A TOP RIDER estará realizando 18,19 e 20 de março o curso POLICE RIDER – TACTICAL MOTORCYCLE TRAINING que possui certificação nacional.

A grande novidade será o desconto de entrada oferecido pela TOP RIDER na sua chegada à Fortaleza, mas antes será necessário passar por uma avaliação. Na maioria dos cursos você paga e recebe o treinamento. No curso TOP RIDER, por ser um curso voltado para polícias e militares é necessário que alguns cuidados sejam tomados.

Confira as cartas de recomendação – Clique para ampliar

Após conclusão do curso e de ter atingido a pontuação mínima de 80 pontos, o motociclista receberá certificação especial, reconhecida pela CBM – Confederação Brasileira de Motociclismo e em todo Brasil e terá direito ao uso do patch policial da Top Rider, aprovado pela Academia do Barro Branco em SP (vide reprodução em imagem da carta) e reconhecido pelas forças policiais treinadas pela TOP RIDER e heráldica em conformidade com a PMESP – POLICIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO. O logo é confeccionado nos EUA, em alta resolução, feito com especificações para uso militar.

Todos os alunos terão direito ao patch e camisa exclusiva do curso. A TOP RIDER informa a disponibilidade entre 5 e 10 vagas disponibilizadas ao público em geral. Antes de falar do curso conheça os números da TOP RIDER.

No Estado de São Paulo o valor da inscrição é de R$ 1.800,00 por módulo e o curso é aplicado apenas duas vezes por ano. Para marcar a chegada do curso à Fortaleza a TOP RIDER irá subsidiar em 50% ficando o curso todo por apenas R$ 900,00.

Os Números da TOP RIDER

A TOP RIDER em 2015 treinou entre civis e militares 1458 alunos, o que dá uma média de 4 novos motociclistas treinados por dia. Entre os participantes do treinamento apenas 10 episódios de acidentes relacionados ao uso da motocicleta foram relatados. Isto representa apenas 0,68% dos alunos que participaram do programa de treinamento. Todos os acidentes foram natureza leve, sem danos físicos apenas materiais. Isso comprova a eficiência das técnicas treinadas durante o curso.

Conheça os números por setor em 2015

Alunos Civis – Programa Civilian Motorcycle Training – 289 alunos
AES Eletropaulo – Programa “Pilotagem Preventiva para Motociclistas” – 800 alunos

Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário – Programa “Pilotagem Preventiva para Motociclistas” – 46 alunos
Polícias – Programa S.P.O. – “Special Police Officer Training” – 147 alunos

Força Aérea Brasileira – Semana Interna de Prevenção de Acidentes (SIPAT) do PAMA/SP – 36 alunos

Programa Civilian Motorcycle Training

Recife – 51 alunos treinados; nenhum report de acidente de trânsito envolvendo o uso de motocicleta;

Brasília – 27 alunos treinados; nenhum report de acidente de trânsito envolvendo o uso de motocicleta;

Fortaleza – 33 alunos treinados; apenas 1 report de acidente de trânsito envolvendo o uso de motocicleta, de natureza leve, sem danos físicos relevantes;

Belo Horizonte – 29 alunos treinados; nenhum report de acidente de trânsito envolvendo o uso de motocicleta.

O Curso – Qualquer motociclista pode fazer o POLICE RIDER – TACTICAL MOTORCYCLE TRAINING?

Imagem1
Patch para os concludentes do curso

O Police Rider Motorcycle Training possui nível de ’treinamento policial’, muito semelhante ao ministrado para a Polícia Militar de São Paulo, a maior força policial da América Latina e as ROCAM’s de todo o Brasil. O curso foi aprovado em carta de referência pela Polícia Militar (vide reprodução)

Esse treinamento tem conotações militares e portanto não pode ser aberto indiscriminadamente. Trata-se de curso de pilotagem tático, com uso e empenho de técnicas policiais utilizadas para manejo ciclístico da motocicleta com máximo desempenho e segurança. Além de um circuito de Stress (L.E.O. – Law Enforcement Officer) diferenciado, serão passadas técnicas de escolta (com mote militar), limitação de segurança de vias, formas de condução do comboio com definições e técnicas militares, técnicas de emprego de velocidade (sistema de recuperação e sistema “Catch & Go), dentre outros.

É possível visitar o curso?

O acesso ao local do treinamento será controlado, com auxílio – inclusive – de força policial, ficando proibida a visitação durante o curso. Filmagem, fotografias também não serão permitidas. O local do curso só será divulgado no dia 11/03. Até lá tudo corre em sigilo e apenas os alunos terão acesso ao material do curso.

Identidade preservada e direitos protegidos

Para ter ideia da seriedade e da responsabilidade da TOP RIDER em relação ao curso e por haverem alunos de diversas esferas da sociedade civil, militares e policiais; todos os requisitos de segurança para preservar a identidade dos participantes e do curso são tomados. E por fim, todos os participantes passarão pela aprovação dos organizadores e da Top Rider antes de confirmada a sua inscrição.

Apesar de aberto a civis trata-se de aplicações de técnicas de uso policial, e a TOP RIDER solicita a apresentação de antecedentes criminais, para evitar que os conhecimentos ministrados não sejam utilizados indevidamente para outros fins. Todos os participantes assinam termo de responsabilidade, de cessão de uso de imagem e um acordo de confidencialidade sobre conteúdo do curso.

Vídeo de dicas da TOP RIDER

Os instrutores

Imagem4

Imagem3

Mais informações –  www.toprider.org

 

 

 

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.