Aumento do comércio ilegal de drogas na Web preocupa ONU.

Segundo o Relatório de 2008 da Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes (Jife), divulgado quinta-feira (19/02), a facilidade na compra virtual de drogas aumenta o número de usuários.O relatório, distribuído pelo escritório da Organização das Nações Unidas contra Drogas e Crimes (Unodc), revela que o jovem é o mais atingido pelo comércio ilegal de drogas na internet por fazer parte de um grupo vulnerável da sociedade.

Na América do Sul, a Colômbia registrou um aumento de 27% na plantação de coca e continua sendo o maior produtor da droga, com 55% da área total de plantação ilegal no território latino. Seguido pelo Peru, com 29%, e pela Bolívia, com 16%. A Jife destaca que a violência gerada entre cartéis de drogas, traficantes e policiais é o grande desafio da América do Norte.

O líder da guerra da Casa Branca contra as drogas de fendeu em 2008 que vídeos online mostrando pessoas bêbadas e após o uso de drogas encoraja adolescentes a consumirem álcool e narcóticos. John Walters, na época diretor do Departamento de Políticas de Controle Nacional de Drogas, disse durante a divulgação de um relatório sobre vídeos relacionados a drogas que os pais precisam monitorar o que seus filhos fazem na internet.

O estudo foi feito em junho e concluiu que 5% dos jovens internautas assistiram a pelo menos um vídeo relacionado a drogas naquele mês. Mais de um terço dos adolescentes tinha menos de 16 anos.

A Jife é uma organização criada em 1968 pela Convenção Única sobre Drogas Entorpecentes. Um dos seus objetivos é monitorar a atuação dos países no cumprimento de tratados internacionais no controle das drogas.

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.