Anvisa alerta: Alimentos industrializados estão com excesso de sal. O velho Miojo é o campeão!

Nos refrigerantes de cola, a média dos teores de sódio encontrada foi de 54mg/l, enquanto nos refrigerantes de cola de baixa caloria essa média foi de 97mg/l.

O velho Miojo é o campeão sal entre os produtos industrializados, mostra um estudo apresentado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Salgadinhos de milho, batatas-fritas, refrigerantes e até os biscoitos de polvilho também entraram para a lista negra da institutição. O excesso de sal está ligado a uma série de distúrbios, entre eles a hipertensão, problemas nos rins, doenças cardíacas e colesterol alto.

– Em algumas amostras de macarrão ficou constatado que, ao comer uma única porção desse alimento, a pessoa está ingerindo 167% do sódio recomendado para ser consumido durante todo dia – explica a diretora da Anvisa Maria Cecília Brito. Já a quantidade de sódio encontrado na batata palha pode variar em até 14 vezes de marca para marca. Nos salgadinhos de milho, essa diferença chega a 12,5.

Sal até nos refrigerantes

A pesquisa da Anvisa apontou, ainda, que os níveis de sódio dos refrigerantes de baixa caloria, tanto à base de cola quanto à base de guaraná, apresentam maiores valores de sódio em relação aos refrigerantes comuns. Nos refrigerantes de cola, a média dos teores de sódio encontrada foi de 54mg/l, enquanto nos refrigerantes de cola de baixa caloria essa média foi de 97mg/l.

Já nos refrigerantes de guaraná, os valores médios de sódio encontrados no produto convencional e no de baixa caloria foram 81 mg/l e

Nas batatas palhas, 55% das marcas analisadas estavam com teores de gorduras saturadas com valores superiores à média

147 mg/l respectivamente. – Esses valores mais altos podem ser explicados pelo uso de aditivos, como o ciclamato de sódio, nos produtos de baixa caloria.

Gorduras ao extremo

Para gorduras saturadas, chama atenção a grande quantidade de marcas de alimentos com teores superiores à média encontrada na respectiva categoria. No caso das batatas fritas, 17 das 28 marcas analisadas estavam com teores de gordura saturada acima da média.

Nas batatas palhas, 55% das marcas analisadas estavam com teores de gorduras saturadas com valores superiores à média desse nutriente para o respectivo produto. Já nos salgadinhos de milho, o maior valor encontrado de gordura saturada (2,6g/25g) foi dez vezes maior que o valor mínimo (0,25g/25g). Nos biscoitos, o que apresentou os maiores teores de gorduras, tanto saturadas quanto trans, foram os de polvilho.

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.