Anatel não deve liberar a venda do Speedy

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, disse que a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) ainda não se sente segura para liberar a venda do serviço.

A suspensão da comercialização do serviço de banda larga foi feita por meio de medida cautelar, adotada pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) em 22 de junho passado. A Telefônica apresentou plano de estabilização do serviço e, na sexta-feira passada (17), anunciou o cumprimento das ações propostas, apresentando à agência o pedido de revisão do ato.

Costa não quis fazer previsões sobre quando a revisão da cautelar poderá ocorrer, mas imagina que levará alguns dias porque depende de ações complexas que não se resolvem de uma semana para outra.

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.