Agência iraniana descarta ação de vírus no vazamento de reator

Não foi vírus....

As autoridades iranianas dizem que um “pequeno vazamento” foi a causa do mais recente problema para começar a sua primeira usina nuclear, e que o atraso não tem nada a ver com um worm que infectou plantas industriais em todo o país.

O chefe da Organização de Energia Atômica, Ali Akbar Salehi, disse à agência de notícias IRNA,  na segunda-feira, que os engenheiros tinham encontrado o vazamento enquanto o reator estava sendo lavado. O atraso obrigou as autoridades iranianas a atrasar os planos para fazer a usina nuclear de Bushehr começar a operar ainda este ano A nova data de inauguração foi remarcada para início do próximo ano.

Sr. Salehi negou que o atraso tenha qualquer ligação com o Stuxnet worm de computador,  que afetou mais de 30.000 computadores em todo o Irã e foi encontrado em alguns computadores pessoais de funcionários na fábrica, localizada no sul do Irã, perto do Golfo Pérsico.

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.