Segurança 

Acidentes com motos registra 60 mil óbitos e mais de 20 mil feridos em 5 anos

Pelo menos cinco pessoas perderam a vida em acidentes de moto, apenas nessa semana, no Estado. Foram três mortes na Capital, duas em Vilhena. Muitas outras ainda ficaram feridas. Ao menos meia dúzia com fraturas expostas; Dos 63 internados no João Paulo II, só nesse fim de semana, em acidentes, 49 estavam em motos.

Essa mortandade está passando ao largo das grandes discussões nacionais, sobre os graves problemas do trânsito. Ficam de “mimimi”, inventando bobagens como andar de luz acesa durante o dia, em estradas destruídas pelos buracos e sem sinalização, mas o grande número de mortes envolvendo motociclistas parece que está acontecendo em outro país e não no Brasil. Só no ano passado, 12 mil brasileiros morreram em acidentes de motos, nas rodovias federais, nas estaduais e nas ruas e avenidas das cidades de todos os tamanhos. Nos últimos cinco anos, com essa média, se chegou a quase 60 mil óbitos. Mais de 20 mil feridos foram registrados nos hospitais, a maioria com gravidade e grande parte com fraturas expostas, em 2015. Hoje, 23 milhões de motos circulam pelo Brasil.

Elas representam 26 por cento de todos os veículos. Segundo o Ministério da Saúde, os acidentes com motos são responsáveis por um aumento de 115 por cento no número de internações em hospitais públicos. Por ano essas internações custam quase 30 milhões para o SUS .

 

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.