DESTAQUES Motociclismo 

Acidente mata casal de brasileiros em viagem dos sonhos de moto pelos EUA

Alex-Soares-foto-Facebook-300x225Alex Soares e Angeli Melo realizavam um sonho: viajar de Harley Davidson pela famosa Rota 66. Mas esse sonho foi interrompido quando um Jeep invadiu a contra mão e os atingiu na pacata cidade de Seligman, no Arizona, no dia 25.

Alex, um empresário de 33 anos, e sua esposa, Angeli, de 31, eram de Sapucaia do Sul, cidade com aproximadamente 140 mil habitantes no Rio Grande do Sul.
A motorista do Jeep, Penelope Brummet, de Seligman, teve ferimentos leves. Alex foi pronunciado morto no local e sua esposa morreu mais tarde no Flagstaff Medical Center, para onde foi levada de helicóptero.

O casal viajava em um grupo de 30 motociclistas de Harley com a agência especializada AFS Biker Tours em uma rota de 14 dias de duração, percorrendo aproximadamente 4500km.
“Saíamos de Las Vegas e voltaríamos a Las Vegas em uma rota redonda que passava por lugares como Yosemite, São Francisco, o Big Sur, Flagstaff”, disse Ruy Pimenta, que integra a equipe da AFS e acompanhava o grupo em uma van de apoio com a bagagem, reboque e moto reserva.

capa“Cheguei logo depois do acidente e presenciei a cena. Ficamos consternados. A cidade em que ocorreu o acidente tem aproximadamente 800 habitantes e as pessoas foram muito solidárias conosco”.

Em sete anos trabalhando com o turismo especializado em motos e 30 de turismo em geral, Ruy disse que nunca precisou lidar com algo parecido. “O grupo seguiu viagem, já que faltavam poucos dias para terminar a rota. Mas imagine o clima que ficou? Além de nossos clientes, somos todos amigos e os motociclistas de Harley são uma grande família”.

Alex e Angeli tinham um filho de aproximadamente 6 anos, que não estava na viagem. Alex era empresário e um dos donos de uma fábrica de isopor, a Isoares.

Segundo Ruy, Alex, que era diretor do Roadster e membro do Harley Owners Group (HOG) Porto Alegre Chapter, andava de moto há muitos anos e de Harley há aproximadamente quatro.
A notícia se espalhou pelas comunidades de motociclistas por todo o Brasil, que publicaram mensagens de solidariedade à família do casal em suas páginas nas redes sociais.
De acordo com um amigo da família que não quis se identificar, Alex era um empresário de sucesso e uma inspiração.

Traslado
Todo o grupo contava com seguro, que cobrirá o traslado dos corpos. Ruy diz que no momento aguarda a liberação junto às autoridades americanas e que o Consulado-Geral do Brasil em Los Angeles está dando toda a assistência necessária.

“A AFS segue um roteiro oficial e lida durante toda a viagem com autoridades que liberam a rota. Temos sempre um time de apoio, que conta com um tradutor, um líder do grupo e um carro de apoio em todas as viagens”, disse Ruy.

Fonte: Gazeta News

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.