DESTAQUES Redescobrindo o Nordeste de Moto 

A odisseia dos Calangos do Inhamuns (CE) pelos Lençóis Maranhenses

Por Rhimaykon Lima, Calangos dos Inhamuns –  Tauá (CE)

FormatFactoryIMG_20160709_152609304Todos os anos os Calangos dos Inhamuns (Tauá-CE) promovem uma viagem mais longa, onde a proposta é lançada no grupo e quem está disponível viaja! Este ano resolvemos encarar uma com diversos destinos no nordeste, mais precisamente Ceará, Piauí e Maranhão! Daqui de Tauá Saíram nove motos do moto grupo e do Crato uma moto até Picos, onde houve o evento! De lá, só seguiram viagem as duas Tenéres e a uma Lander ! Partiram de Picos(PI) quatro calangos em duas motos (Lander 250, Tenere 250) e do Crato (CE) outros dois calangos (Tenere 250).

FormatFactoryIMG_20160702_161110905Aproveitamos a ocasião para prestigiar o 2° Picos Moto Fest. No dia seguinte seguimos em direção à Teresina (PI); lá encontramos o amigo do Brazil Rider’s José Nilton para uma bela prosa motociclistica.

Na manhã do outro dia, partimos em direção à São Luis (MA). Lá ficamos quatro dias conhecendo um pouco da cultura e o povo que por sinal nos surpreendeu muito pela sua hospitalidade em todos os locais que fomos. Importante destacar isso, já que aqui no Ceará, por muitas vezes, nos deparamos com situações desconcertantes, no que diz respeito a má educação de algumas pessoas.

FormatFactoryIMG_20160709_094236578Em São Luis tivemos o apoio dos irmãos de estrada BR Fábio, Libero e Carlos que nos ajudaram com um tour pela cidade e com um problema com o pião de uma das motos. Na estrada mais uma vez, o novo destino é Barreirinhas (MA) onde está localizado os Lençóis Maranhenses.

Tivemos experiências nunca vividas neste local, de beleza estonteante. Algo inusitado aconteceu na saída de Barrinhas (MA) para Parnaíba (PI). No roteiro que fizemos, as estradas, segundo o gerente da pousada, estavam muito danificadas e perigosas. O mesmo nos ensinou uma nova rota onde percorreríamos pelos menos 36km em estrada batida. Decidimos pela sugestão do gerente, mas não sabíamos que essa parte de terra seria recheada de surpresas, desde atolamento em grandes quantidades de areia, um visual cheio de dunas, além de máquinas e muita poeira na cara!

FormatFactoryIMG_20160712_090229299Decidimos não seguir para Parnaíba e ir direto para Viçosa do Ceará (CE) onde dormiríamos e no dia seguinte partiríamos para Ubajara com parada obrigatória no bondinho. Por volta de meio-dia já estávamos em Ipu (CE) almoçando sob a belíssima bica natural dessa cidade. Logo depois seguimos viagem para TAUA (CE) dando fim a essa grande aventura.

Gostaria de destacar a bravura de nossas esposas que nos acompanharam nessa empreitada sempre com largo sorriso na cara, mesmo diante de tanto desgaste. Outra questão diz respeito as motos, que provam a cada dia que a cilindrada não é o principal requisito para pegar longas viagens e estrada desafiadoras! O espirito do motociclista que a conduz fará com que ela enfrente, bravamente, qualquer viagem ou caminho. No total, percorremos aproximadamente 2.500 quilômetros em onde dias.

Fale com os Calangos sobre esta viagem e as dicas de hospedagem, alimentação e estradas – Rhimaykon Lima  – rhimaykontsl@gmail.com

 

CLIQUE NAS FOTOS PARA AMPLIAR!

 

Postagens Relacionadas

Leave a Comment

error: Não pode ser copiado. Pode ser impresso e compartilhado.